Sobre nós

Reserva tranquilo con Hoteles.com™ cuando busques un lugar donde hospedarte. Nos encanta viajar y sabemos que a ti también. Por eso, hacemos que el proceso de reservar con nosotros sea muy fácil. Con cientos de miles de establecimientos alrededor del mundo y 90 sitios web localizados en 41 idiomas, Hoteles.com lo tiene todo.

Selecionar idioma
Hoteis.com Hotel Price Index™ 2017
  • Quanto os viajantes brasileiros pagam por acomodações no exterior?

Filter by

Baixe a lista completa das cidades analisadas

Média de preços de hotel por noite, nos 30 destinos internacionais mais populares para viajantes brasileiros em 2017
Baixe
Quanto pagaram os viajantes brasileiros nos 80 destinos mais procurados em 2017?

Com a valorização do real em 2017, mais brasileiros viajaram para exterior pagando menos em 50 dos 80 destinos mais visitados.

As maiores quedas nos preços foram registradas principalmente nos EUA e na América Latina, sendo que esta última também registrou os preços mais baixos pagos.

A quantidade de turistas internacionais aumentou 7% em 2017, atingindo 1,322 milhão de acordo com a última pesquisa realizada pela publicação UNWTO World Tourism Barometer. Esse número recorde de visitantes em diversos mercados ajudou a elevar os preços médios.

  • Região mais popular para viagens fora do país: Europa
  • Região com os melhores preços: América Latina
  • Maior aumento do preço médio: Moscou, com +19%
  • Maior queda do preço médio: Surfside e Washington DC -18%
Montevideo

América Latina

Em 2017, os viajantes brasileiros pagaram menos em praticamente todos os destinos latino-americanos que figuraram na lista dos 80 mais procurados.

A América Latina teve um excelente custo-benefício para os viajantes brasileiros em 2017: 12 destinos tiveram um preço médio abaixo de R$ 500 por noite.

Apesar de serem capitais, Bogotá, Assunção e Montevidéu foram as 3 cidades com o melhor custo-benefício para os viajantes brasileiros entre os 80 destinos internacionais mais populares em 2017: todos tiveram um preço médio abaixo de R$ 300/noite.

 

Playa del Carmen

Os brasileiros encontraram preços mais altos em Cancún e Playa Del Carmen. Já alguns resorts mexicanos receberam visitantes que deixaram de ir a outros destinos no Caribe, afetados pelos furacões em 2017.

San Pedro de Atacama registrou a maior porcentagem de queda nos preços, 13%; Lima viu os preços caírem 11% e Cartagena, 10%.

Os três destinos da América Latina em que os brasileiros tiveram que desembolsar mais em 2017 foram Punta Del Este, Ilha de San Andrés e Ushuaia.

 

Preços médios por noite pagos por viajantes brasileiros em destinos selecionados na América Latina em 2017 comparados a 2016 (em R$)
Boston

América do Norte

Orlando foi o destino internacional mais popular entre os brasileiros. Por outro lado, os preços em Surfside, Washington DC e Boston apresentaram uma forte queda.

A queda no número médio de visitantes estrangeiros nos EUA em 2017, aliada à valorização do real em relação ao dólar, fez com que o preço médio pago no país caísse em 16 das 18 cidades mais populares. O preço médio se manteve abaixo dos R$ 800.

Na lista das 10 cidades com os preços mais altos pagos pelos brasileiros, entraram cinco cidades dos EUA. Nova York ficou em primeiro lugar, apesar de uma pequena queda. Ainda assim, foi o 2º destino favorito no mundo todo entre os viajantes brasileiros.

Houve diminuição nos preços na Costa Oeste, mas não tão acentuada como no Centro-Oeste. Hollywood, São Francisco, San Diego e Anaheim registraram uma queda de 6% ou menos.

 

Las Vegas

O número de visitantes em Las Vegas caiu durante o ano. Porém, a cidade permaneceu popular entre os viajantes brasileiros, ficando na 10º posição entre os 80 destinos preferidos. Apesar de um pequeno aumento de 2%, a cidade manteve um ótimo custo-benefício, ficando abaixo dos R$ 500/noite.

A Flórida teve um ótimo começo em 2017. Em setembro, porém, por causa do furacão Irma, os preços foram afetados em alguns destinos. Lake Buena Vista escapou do furacão e registrou o maior aumento médio de preços (16%) para viajantes brasileiros entre todos os destinos nos EUA.

O Canadá comemorou 150 anos em 2017 e viu o número de visitantes crescer em geral. Para os viajantes brasileiros, houve um aumento de preços de quase 20% em Vancouver e de 5% em Toronto, mas uma leve queda em Montreal.

Preços médios por noite pagos por viajantes brasileiros em destinos selecionados na América do Norte em 2017 comparados a 2016 (em R$)
Londres

Europa

A Europa foi, de longe, a região preferida dos viajantes brasileiros, com 30 destinos entre os 80 mais visitados.

Míconos foi o destino com preços mais altos e Istambul apresentou o melhor custo-benefício.

Os visitantes brasileiros tiveram surpresas boas e ruins, já que os preços subiram em 16 destinos e caíram em 14. A Europa manteve os preços competitivos: todos os destinos, à exceção de 4, tiveram um preço médio abaixo de R$ 600.

Paris foi o destino europeu mais popular entre os viajantes brasileiros, que aproveitaram uma queda de 5% nos preços em relação a 2016.

Com a libra em baixa, Londres ficou entre os 10 destinos mais visitados por brasileiros. Já a Espanha ultrapassou os EUA e se tornou o segundo país mais visitado em 2017. O país ficou com 3 representantes entre os 80, todos com pequenos aumentos nos preços. O preço médio de Barcelona subiu 10% em 2017, apesar da turbulência causada pela votação a favor da independência da Catalunha. A cidade aprovou uma nova lei no início de 2017suspendendo a construção de novos hotéis, o que provavelmente afetará os preços no futuro.

Amsterdam

Assim como Barcelona, Amsterdam também proibiu a construção de novos hotéis na maior parte da cidade. Seria esperado que a oferta menor de quartos de hotel, combinada com o aumento do número de visitantes, causasse um aumento nos preços. Porém, os experientes viajantes brasileiros pagaram 2% menos para se hospedar em Barcelona em 2017.

Portugal bateu o recorde de visitantes em um ano. Os brasileiros colocaram a capital Lisboa entre os 10 destinos mais procurados. Essa cidade continuou sendo uma das com melhor custo-benefício, embora seu preço médio tenha subido 6% em 2017.

A Grécia também teve um ano incrível para o turismo: Santorini teve o 2º preço mais alto pago pelos viajantes brasileiros, R$ 972, logo atrás de Míconos.

Os visitantes brasileiros em Moscou encontraram um aumento médio de 19% em relação aos preços de 2016. O fato de a cidade estar se preparando para sediar a Copa do Mundo de 2018 pode ser um dos motivos para esse aumento.

Preços médios por noite pagos por viajantes brasileiros em destinos selecionados na Europa em 2017 comparados a 2016 (em R$)
Hong Kong

Ásia

Seis destinos asiáticos ficaram entre os 80 mais visitados pelos brasileiros, sendo 3 deles na Tailândia. Quase todos tiveram uma queda nos preços.

Hong Kong foi declarada a cidade mais visitada no mundo por viajantes internacionais. Os visitantes brasileiros observaram um aumento médio de 6% nos preços.

Graças ao fortalecimento do real em relação ao iene, os viajantes brasileiros pagaram 8% menos para se hospedar em Tóquio. Por outro lado, a queda de 5% no preço médio em Bali foi prejudicada pela erupção do Monte Agung, que causou um impacto na procura no final do ano, normalmente alta.

Preços médios por noite pagos por viajantes brasileiros em destinos selecionados na Ásia em 2017 comparados a 2016 (em R$)
Punta Cana

Outras partes do mundo

Dois destinos do Caribe entraram na lista dos 80 mais procurados pelos brasileiros. Punta Cana registrou o preço mais alto e Willemstad, o melhor custo-benefício.

A Austrália teve um ótimo 2017 no turismo internacional. Os viajantes brasileiros que foram a Sydney pagaram 9% a mais do que em 2016.

Dubai recebeu mais visitantes internacionais do que nunca, mas a concorrência entre os novos hotéis manteve o aumento em pouco mais de 5%.

Preços médios por noite pagos por viajantes brasileiros em destinos selecionados ao redor do mundo em 2017 comparados a 2016 (em R$)
Navegador desatualizado: atualize seu navegador para visualizar este site corretamente.