Sobre

A Hotels.com, L.P. que opera a Hoteis.com, site de reservas de hotel on-line líder no setor, oferece milhares de estabelecimentos no mundo todo, desde grandes redes de hotéis internacionais e resorts com tudo incluído a famosos estabelecimentos locais e bed & breakfasts. Além disso, a plataforma disponibiliza todas as informações necessárias para reservar uma estadia perfeita. 

Selecionar idioma
Hoteis.com Hotel Price Index™ 2016
  • Os preços que os viajantes brasileiros pagaram ao redor do mundo

ø
=
-
+

Baixe a lista completa das 80 cidades analisadas

Média de preços de hotel por noite, nos 30 destinos internacionais mais populares para viajantes brasileiros em 2016
Baixe
Jogos Olímpicos e cenário econômico do Brasil contribuíram para que os viajantes ficassem no
país em 2016

Sede dos Jogos Olímpicos de 2016, o Brasil recebeu o ano passado um número sem precedentes de visitantes estrangeiros. Viajantes de várias partes do mundo reunira-se no Rio de Janeiro para assistir ao evento esportivo mais esperado do mundo. No entanto, uma série de acontecimentos políticos de grande repercussão e uma recessão econômica tiveram um impacto significativo sobre o número viagens para o exterior. Em 2016, um número bem menor de brasileiros viajou para fora do país.

Os brasileiros que se aventuraram em terras estrangeiras encontraram preços mais altos em 56 dos 80 destinos internacionais mais famosos, principalmente Europa, EUA e Canadá. No entanto, esses destinos permaneceram entre os mais cobiçados, assim como alguns destinos na Ásia e outros destinos na América Latina que ofereceram alternativas de preços bem mais em conta.

  • Região mais popular para viagens fora do país: Europa
  • Região com os melhores preços: América Latina
  • Maior aumento do preço médio: Míconos, com +28%
Buenos Aires

Quanto os viajantes brasileiros gastaram nos 80 destinos internacionais mais cobiçados

América Latina

  • Dos 17 destinos latino-americanos incluídos na lista, 10 ofereceram em média preços mais baixos aos viajantes brasileiros. Além disso, a região manteve sua posição oferecendo excelentes preços em geral, com seis destinos ocupando posições na lista dos 10 preços mais baixos pagos.
  • Conhecida como o destino latino-americano mais popular entre os viajantes brasileiros, a cidade de Buenos Aires foi o único destino argentino a registrar um leve aumento de preços, mas ainda assim ofereceu uma das tarifas mais baixas pagas pelos viajantes. Entre os destinos na região, Ushuaia foi o único a registrar uma queda de dois dígitos.
Cancun
  • Bogotá apresentou a menor média regional após uma modesta queda e registrou-se um quadro misto na Colômbia, com Cartagena também em queda, enquanto a Ilha de San Andrés apresentou um aumento de mais de 5%.
  • Apesar do pequeno aumento na média de tarifas de quartos e da exclusão da lista dos 10 destinos mais populares, Montevidéu conquistou um dos últimos lugares no ranking dos preços. Punta del Este, por sua vez, registrou uma das quedas mais acentuadas.
  • Cancún ofereceu o preço médio regional mais elevado e apresentou o maior aumento percentual. Essa famosa estância turística estava esperando um número recorde de visitantes para 2016, o que ajudou a impulsionar os preços médios por meio de taxas de ocupação mais elevadas. O preço médio em Playa del Carmen também registrou um aumento, enquanto a Cidade do México apareceu entre os destinos com quedas de preço.
  • As cidades de Lima e Cusco apareceram entre os destinos que registraram os maiores aumentos médios nos preços por quarto (acima de 5%).
“Em 2016, os viajantes brasileiros tiveram à disposição uma vasta gama de opções de destinos com excelentes preços perto de casa, visto que muitos dos destinos latino-americanos mais requisitados registraram quedas de preços, o que poderia ser traduzido como estadias mais longas. Com a alta do dólar, ficou mais difícil encontrar preços baixos nos destinos do hemisfério norte. No entanto, a Europa e a Ásia apresentaram destinos regionais bastante acessíveis.” – Marwan Badran, General Manager da Hoteis.com para a América Latina
Preço médio pago por noite, em Real, por viajantes brasileiros em destinos selecionados na América Latina em relação a 2015
Cidade País 2016 (R$) 2015 (R$) % de alteração
Cancún México 900 821 10%
Playa del Carmen México 627 599 5%
Ushuaia Argentina 569 650 -13%
Ilha de San Andrés Colômbia 471 443 6%
Punta del Este Uruguai 426 456 -7%
Lima Peru 378 354 7%
Santiago Chile 340 348 -2%
Cidade do México México 333 350 -5%
Cusco Peru 314 294 7%
Buenos Aires Argentina 296 288 3%
Montevidéu Uruguai 274 266 3%
Bogotá Colômbia 265 270 -2%
Nova York

América do Norte

  • Com vários destinos apresentando números recorde de visitantes em 2016, 19 cidades norte-americanas foram incluídas na lista dos 80 destinos mais populares para os viajantes brasileiros. Isso ocorreu apesar da alta do dólar, que levou a um aumento dos preços pagos em praticamente todas as cidades incluídas, menos uma.
  • Entre os 10 destinos com os preços mais elevados pagos pelos viajantes brasileiros estavam cinco cidades norte-americanas, das quais Key West, Surfside e Nova York nos três primeiros lugares.
Orlando
  • Mesmo com a queda no número de viagens de brasileiros para a Flórida registrada em 2016, Orlando manteve sua posição como destino internacional mais popular, apesar da elevada média de preços, além de ser o destino norte-americano onde os viajantes brasileiros gastaram menos. Considerando outros destinos no estado, também foram registrados aumentos percentuais de dois dígitos em Lake Buena Vista, Sunny Isles Beach e Doral. Key West foi o único entre os principais destinos nos EUA com uma média de preços decrescente.
  • Os aumentos médios foram ainda maiores no estado da Califórnia. A cidade de Los Angeles estabeleceu um novo recorde no número de visitantes pelo sexto ano consecutivo e, junto com San Diego, seu preço médio apresentou o maior aumento percentual no país entre os destinos favoritos dos brasileiros.
Washington DC
  • Apesar do aumento, Las Vegas ofereceu quartos de hotel com bons preços e conquistou seu recorde pelo terceiro ano consecutivo no setor do turismo com quase 43 milhões de visitantes.
  • Nova York desfrutou do sétimo ano de contínuo aumento no setor do turismo com mais de 60 milhões de visitantes. No entanto, o destino registrou apenas um pequeno aumento nos preços.
  • Em ano de eleição, o aumento percentual em Washington DC também foi de dois dígitos.
  • O Canadá desfrutou de um sólido aumento no número de visitantes estrangeiros ao longo do ano, o que contribuiu para o aumento dos preços pagos pelos viajantes em Toronto, Vancouver e Montreal.
Preço médio pago por noite, em Real, por viajantes brasileiros em destinos selecionados na América do Norte em relação a 2015
Cidade País 2016 (R$) 2015 (R$) % de alteração
Key West EUA 915 961 -5%
Sunny Isles Beach EUA 875 767 14%
Nova York EUA 837 805 4%
Washington DC EUA 732 640 14%
Miami EUA 629 590 7%
Lake Buena Vista EUA 595 518 15%
Los Angeles EUA 584 485 20%
Doral EUA 522 466 12%
Vancouver Canadá 510 449 14%
Toronto Canadá 500 433 15%
San Diego EUA 493 411 20%
Montreal Canadá 491 435 13%
Las Vegas EUA 437 393 11%
Orlando EUA 361 326 11%
Paris

Europa

  • Os viajantes brasileiros pagaram mais em 21 dos 28 destinos europeus incluídos no HPI, com muitos deles registrando aumentos de mais de 10%. No entanto, a região manteve-se competitiva com nove destinos favoritos, que apresentaram médias de menos de 400 BRL.
  • Apesar da queda nas taxas de ocupação dos hotéis em Paris em meio às preocupações com a segurança, a capital francesa manteve seu lugar como o destino europeu mais popular
  • O número de noites reservadas em hotéis na Grécia apresentou um leve aumento em 2016. No entanto, Míconos registrou o maior aumento no preço médio pago pelos viajantes entre os 80 destinos mais populares na lista, assim como a cidade de Atenas. Do mesmo modo, Portugal também registrou um aumento nos preços médios, visto que Porto e Lisboa apresentaram grandes aumentos de preços em 2016.
London
  • A Irlanda obteve resultados particularmente sólidos no setor do turismo durante o verão, graças em parte ao sucesso de duas grandes produções hollywoodianas filmadas no país. As tarifas pagas em Dublin aumentaram de acordo com esses resultados.
  • O turismo para a Espanha também cresceu em 2016 e isso contribuiu para os aumentos registrados em Barcelona, Sevilha e Madrid.
  • A média de preços mais baixa entre os destinos favoritos europeus foi registada em Coimbra, seguida por Bruxelas e Porto, enquanto o Milão registou a maior queda percentual. Sede da Exposição Mundial de 2015, ou simplesmente Expo 2015, a cidade de Milão recebeu mais de 20 milhões de visitantes, o que fez com que a tarifas baixassem para níveis mais estáveis em 2016.
  • Londres também registrou uma queda significativa ao longo do ano, ajudada pelas taxas de ocupação um pouco mais baixas e pela queda no valor da libra esterlina após o voto pela Brexit em junho. No entanto, ao analisar os números relativos ao período entre os meses de junho e dezembro, a capital britânica registou uma queda ainda maior durante este período em relação ao ano como um todo.
Preço médio pago por noite, em Real, por viajantes brasileiros em destinos selecionados na Europa em relação a 2015
Cidade País 2016 (R$) 2015 (R$) % de alteração
Míconos Grécia 925 721 28%
Londres Reino Unido 602 685 -12%
Paris França 522 542 -4%
Milão Itália 509 589 -14%
Barcelona Espanha 501 439 14%
Atenas Grécia 423 373 13%
Madri Espanha 394 359 10%
Lisboa Portugal 392 353 11%
Sevilha Espanha 376 328 15%
Porto Portugal 369 309 19%
Bruxelas Bélgica 343 365 -6%
Coimbra Portugal 267 237 12%
Bangkok

Ásia

  • A Ásia manteve sua posição como região requisitada e com ótimos preços para os viajantes brasileiros. A região também registrou algumas das médias de preços pagos mais baixas.
  • Em particular, o turismo para a Tailândia cresceu com os números recorde previstos para 2016. Além disso, quatro destinos tailandeses apareceram entre os 80 destinos mais populares na lista, com preços mais baixos em três deles. Chiang Mai e Bangkok também registraram as médias mais baixas em geral.
  • Com o aumento do valor do iene, as tarifas de quarto em Tóquio subiram mais de 10%, fazendo com que a capital japonesa fosse o destino onde os viajantes brasileiros pagaram mais na região.
Preço médio pago por noite, em Real, por viajantes brasileiros em destinos selecionados na Ásia em relação a 2015
Cidade País 2016 (R$) 2015 (R$) % de alteração
Tóquio Japão 542 479 13%
Ko Phi Phi Tailândia 442 473 -7%
Krabi Tailândia 387 396 -2%
Bangkok Tailândia 264 287 -8%
Chiang Mai Tailândia 227 225 1%
Punta Cana

Resto do mundo

  • Com mais de 40% dos hotéis na categoria 5 estrelas, as tarifas pagas em Dubai, em 2016, permaneceram elevadas, mas devido à baixa procura,sobre os níveis de ocupação de hotéis caíram, em média,mais de 10%.
  • O Caribe registrou alguns dos preços mais elevados pagos pelos viajantes brasileiros, com Noord, em Aruba, e Punta Cana, na República Dominicana, superando o ranking de preços. No entanto, Curaçao ofereceu tarifas bem melhores após uma queda do preço médio.
Preço médio pago por noite, em Real, por viajantes brasileiros em destinos selecionados ao redor do mundo em relação a 2015
Cidade País 2016 (R$) 2015 (R$) % de alteração
Noord Aruba 1,113 1,058 5%
Punta Cana República Dominicana 937 883 6%
Dubai Emirados Árabes Unidos 703 797 -12%
Willemstad Curaçao 563 626 -10%
Sydney Austrália 551 527 5%
Cidade do Cabo África do Sul 502 456 10%
Navegador desatualizado: atualize seu navegador para visualizar este site corretamente.