Sobre

A Hotels.com, L.P. que opera a Hoteis.com, site de reservas de hotel on-line líder no setor, oferece milhares de estabelecimentos no mundo todo, desde grandes redes de hotéis internacionais e resorts com tudo incluído a famosos estabelecimentos locais e bed & breakfasts. Além disso, a plataforma disponibiliza todas as informações necessárias para reservar uma estadia perfeita. 

Selecionar idioma
Hoteis.com Hotel Price Index™ 2016
  • O Brasil está fervendo

Viagens domésticas e para o Brasil: Resultados variáveis devido a triunfos olímpicos e incertezas econômicas

Como era de se esperar, os Jogos Olímpicos do Rio representaram um grande atrativo turístico para 2016. O Rio de Janeiro não só recebeu mais de um milhão de visitantes durante o verão, mas mais da metade desse número era de turistas estrangeiros. Os visitantes estrangeiros ficaram bastante satisfeitos com o que viram e experimentaram, visto que as autoridades locais do setor hoteleiro reportaram 99% de aprovação de seus hóspedes.

No entanto, apesar dos Jogos Olímpicos terem sido um dos destaques do ano, o turismo brasileiro também sofreu em 2016 devido à grande incerteza política e econômica, aliada à preocupação permanente em torno da disseminação do vírus Zika. Isso levou a uma tendência geral de taxas de ocupação mais baixas fora do período dos Jogos Olímpicos, com a queda das médias de preços na cidade.

“Apesar da adversidade em relação às incertezas econômicas e a uma série de outras dificuldades, o Brasil conseguiu alcançar um grande sucesso com os Jogos Olímpicos. Graças aos grandes investimentos necessários para modernizar aeroportos, hotéis, estádios e infraestruturas de transporte em preparação para os Jogos Olímpicos, o setor hoteleiro brasileiro encontra-se em uma ótima posição para desfrutar de um crescimento em longo prazo”. – Marwan Badran, General Manager da Hoteis.com para a América Latina
  • Região mais popular para viagens dentro do país: São Paulo
  • Maior aumento do preço médio: Maceió, com +3%
  • Maior queda do preço médio: Fortaleza e Manaus, com -12%
  • Destino mais popular para visitantes estrangeiros: Rio de Janeiro
  • Maior aumento do preço médio: Curitiba e Manaus, com +4%
  • Maior queda do preço médio: Porto de Galinhas, com -19%
Rio de Janeiro

Quanto os viajantes brasileiros pagaram nos 25 destinos domésticos mais populares

  • Os viajantes brasileiros pagaram menos em 23 dos 25 destinos domésticos mais populares em 2016. No país como um todo, os hóspedes nacionais pagaram em média 3% menos em hotéis do que em 2015.
  • As tarifas permaneceram competitivas em todo o país, visto que apenas três cidades incluídas na lista dos 25 destinos nacionais mais populares registraram uma média superior a 400 BRL. Elas foram Porto de Galinhas, Ipojuca e Gramado.
  • Superando as expectativas, o Rio de Janeiro recebeu mais de um milhão de visitantes durante os Jogos Olímpicos, no verão, e a ocupação hoteleira foi de mais de 90% durante esse período. No entanto, as tarifas médias pagas durante o ano como um todo caíram mais de 5%.
  • As maiores quedas foram observadas em Manaus, Fortaleza e Balneário Camboriú, mas a média de preço mais baixa foi registrada em Belo Horizonte.
  • Porte Alegre e Maceió foram os únicos destinos com aumentos de preços. No entanto, esses aumentos permaneceram bem abaixo de 5%.

ø
=
-
+

Baixe a lista completa das 25 cidades analisadas

Média de preços, por noite, pagos pelos viajantes brasileiros em seus 20 destinos domésticos mais populares em 2016
Baixe
Preço médio pago por noite, em Real, por viajantes brasileiros em destinos selecionados no Brasil em 2016 em relação a 2015
Cidade 2016 (R$) 2015 (R$) % de alteração
BRASIL 281 290 -3%
Porto de Galinhas 432 464 -7%
Ipojuca 429 463 -7%
Gramado 402 422 -5%
Rio de Janeiro 383 412 -7%
Maceió 276 268 3%
Balneário Camboriú 273 302 -10%
Porto Alegre 273 268 2%
Fortaleza 236 267 -12%
Ribeirão Preto 171 180 -5%
Manaus 170 194 -12%
Belo Horizonte 166 178 -7%
São José dos Pinhais

Quanto os viajantes estrangeiros pagaram nos 15 destinos brasileiros mais famosos

  • As tarifas médias pagas pelos viajantes estrangeiros no Brasil caíram em 11 dos 15 destinos mais populares. No entanto, a média registrou um aumento de 2% no país como um todo.
  • Os dados do HPI mostram que, em geral, os viajantes estrangeiros pagam mais pelos quartos de hotel do que os hóspedes locais, e os resultados não foram diferentes para o Brasil em 2016, mas a diferença foi modesta, com uma média de R$ 49 extras pagos por noite. A diferença pode ser atribuída a fatores relativos à taxa de câmbio, à categoria e localização dos hotéis que os visitantes tendem a escolher.
  • Três das quedas percentuais incluíram números de dois dígitos, com Búzios, Florianópolis e Recife na liderança. No entanto, São José dos Pinhais apresentou o preço médio mais baixo, seguido por Manaus, com um aumento de pouco menos de 5% nas tarifas médias de quarto.
  • Não surpreende que o Rio de Janeiro tenha sido o destino mais popular para os viajantes estrangeiros durante o ano olímpico, com São Paulo e Foz do Iguaçu em segundo e terceiro lugar.
  • Entre os 25 destinos mais populares, as médias de preços mais elevadas foram registradas em Ipojuca e Porto de Galinhas.

ø
=
-
+

Baixe a lista completa das 15 cidades analisadas

Preços médios de hotéis por noite pagos nos 15 destinos mais populares para os visitantes do Brasil em 2016
Baixe
Preço médio pago por noite, em Real, por viajantes estrangeiros em destinos selecionados no Brasil em 2016 em relação a 2015
Cidade 2016 (R$) 2015 (R$) % de alteração
BRASIL 330 323 2%
Ipojuca 542 658 -18%
Porto de Galinhas 541 664 -19%
Rio de Janeiro 522 539 -3%
São Paulo 371 387 -4%
Foz do Iguaçu 308 304 1%
Barueri 291 351 -17%
Curitiba 275 264 4%
Manaus 226 217 4%
Belo Horizonte 219 237 -7%
São José dos Pinhais 213 224 -5%
Navegador desatualizado: atualize seu navegador para visualizar este site corretamente.